25 de maio – Uma aventura única e fantástica!😉👍

SINOPSE

Esta é a história de uma viagem de 4200km que Ricardo Frade se propôs fazer, que demonstra, cabalmente, que os problemas da vida são ‘só’ uma questão de perspetiva.

Imagine-se na Suécia, no norte da península da Escandinávia, em pleno Inverno. Não conhece o país e não sabe uma palavra de sueco. Complemente o cenário com o facto de não ter na sua posse qualquer dispositivo eletrónico, dinheiro ou cartões de crédito/débito, e, para cúmulo, não tem onde dormir, nem sequer o que comer. O que faria para se desenvencilhar desta situação? Como fazer, no dia-a-dia, para dar a volta às situações mais difíceis que a vida lhe apresenta?

Ricardo Frade fez tudo isto, e voltou para Portugal são e salvo…em apenas 13 dias!

Dia do Autor Português

 

 

 

O Dia do Autor Português comemora-se anualmente a 22 de maio.

Neste dia todos os autores portugueses nas diferentes áreas artísticas estão de parabéns. Na sociedade atual, caracterizada pelo materialismo, o autor, um produtor de ideias, não costuma receber o crédito que merece.

Foi com o propósito de homenagear o autor português e destacar a sua importância no desenvolvimento da cultura e do bem-estar da comunidade que se criou esta data em 1982. Este dia assinala igualmente o aniversário da Sociedade Portuguesa de Autores.

Para celebrar a efeméride realizam-se várias atividades no país, com destaque para o encontro com os autores portugueses e as iniciativas de promoção e incentivo à leitura realizadas nas bibliotecas escolares.

Todos são convidados a recordar os grandes autores portugueses neste dia ou a conhecer novos autores, desde os talentos emergentes na cena nacional aos talentos mais anónimos.

Autores portugueses famosos

  • Luís de Camões

  • Fernando Pessoa

  • Eça de Queirós

  • Almeida Garrett

  • António Lobo Antunes

  • José Saramago

  • Almada Negreiros

  • Mário Cesariny

  • Paula Rego

  • Amadeo de Souza-Cardoso

  • Gil Vicente

  • Carlos Paredes

  • António Variações

  • Sérgio Godinho

  • Rui Veloso

    https://www.calendarr.com/portugal/dia-do-autor-portugues/

09 de Maio: Dia da Europa

Todos os anos, no Dia da Europa, comemorado a 9 de maio, festeja-se a paz e a unidade do continente europeu. Esta data assinala o aniversário da histórica «Declaração Schuman». Num discurso proferido em Paris, em 1950, Robert Schuman, o então Ministro dos Negócios Estrangeiros francês, expôs a sua visão de uma nova forma de cooperação política na Europa, que tornaria impensável a eclosão de uma guerra entre países europeus.
A sua visão passava pela criação de uma instituição europeia encarregada de gerir em comum a produção do carvão e do aço. Menos de um ano mais tarde, era assinado um tratado que criava uma entidade com essas funções. Considera-se que a União Europeia atual teve início com a proposta de Schuman.

As instituições da UE comemoram o Dia da Europa

Para comemorar o Dia da Europa, as instituições europeias abrem as portas ao público em maio, em Bruxelas, Luxemburgo e Estrasburgo. As representações da UE na Europa e as delegações da UE no resto do mundo organizam diversas atividades e eventos para todas as idades.

 

A Declaração Schuman 
A Declaração Schuman foi proferida pelo ministro francês dos Negócios Estrangeiros, Robert Schuman, a 9 de maio de 1950. Nela se propunha a criação da Comunidade Europeia do Carvão e do Aço (CECA) com vista a instituir um mercado comum do carvão e do aço entre os países fundadores. 

A CECA (membros fundadores: França, República Federal da Alemanha, Itália, Países Baixos, Bélgica e Luxemburgo) foi a primeira de uma série de instituições europeias supranacionais que deram origem à atual União Europeia.

Contexto histórico

Em 1950, cinco anos depois do fim da Segunda Guerra Mundial, as nações europeias continuavam a braços com a devastação causada pelo conflito.

Os governos europeus, determinados a evitar que se repetisse uma guerra tão terrível, chegaram à conclusão de que a colocação em comum da produção de carvão e de aço iria tornar a guerra entre a França e Alemanha, países historicamente rivais, «não só impensável mas materialmente impossível» (Declaração Schuman).

Pensou-se, e com razão, que a fusão dos interesses económicos contribuiria para melhorar o nível de vida e constituiria o primeiro passo para uma Europa mais unida. A adesão à CECA foi, assim, aberta a outros países.

Citações

«A paz mundial não poderá ser salvaguardada sem esforços criativos que estejam à altura dos perigos que a ameaçam.»

«A Europa não se fará de uma só vez, nem de acordo com um plano único. Far-se-á através de realizações concretas que criarão, antes de mais, uma solidariedade de facto.»

«A colocação em comum da produção de carvão e de aço (…) mudará o destino das regiões durante muito tempo condenadas ao fabrico de armas de guerra, das quais foram as principais vítimas.»                  

Fontes: União Europeia 

O violino de Lao Tá

No dia 28 de abril todos os alunos do 1.º ciclo das EB Vale do Este e de Telhado puderam assistir à dramatização do conto “O violino de Lao Tá”, apresentada por alunos das turmas dos 3.º e 4.º anos da EB de Vale do Este a partir de uma pareceria estabelecida com a sociedade de autores – Ensemble.

“O violino de Lao Tá” conta-nos a história de um príncipe do oriente que sabia tocar muito bem o seu er hu (instrumento popular nas minorias étnicas do noroeste chinês semelhante a um violino, criado à mais de mil anos) mas que adorava jogar e apostar. Numa dessas apostas perde todos os bens e volta a dedicar-se à música… encantando uma princesa!!…e os espetadores ficaram encantados também.