Pão por Deus!

Pão por Deus! Em dia de todos os santos, depois de à porta bater, é costume com o saco cheio, adeus poder dizer. Doces e guloseimas devem as vizinhas ter para, o saco de cada menino, assim poderem encher. É no dia 1 de Novembro que a antiga tradição costuma acontecer.

Click to play this Smilebox collage
A tradição merece ser lembrada!
“Pão por Deus”
Celebrar o Dia de Todos os Santos

  • Em Portugal, no dia de Todos os Santos, de manhã bem cedinho, as crianças saem à rua em pequenos grupos para pedir o “Pão por Deus”.
  • Passeiam assim por toda a povoação e ao fim da manhã voltam com os seus sacos de pano cheios de romãs, maçãs, doces, bolachas, rebuçados, chocolates, castanhas, nozes e, às vezes, até dinheiro!
  • Há povoações em que se chama a este dia, o “Dia dos Bolinhos”.Clica aqui e lê o que se diz ao pedir o “Pão por Deus”.
  • Depois, almoça-se e vai-se ao cemitério pôr flores nas campas dos familiares já falecidos. Porquê?
    Por causa do Dia de Finados (lê!)! Sabias que “finado” é a pessoa que já morreu?
  • No México existe uma tradição muito estranha relacionada com o Dia de Finados. Lê também, que é muito curioso!
  • Uma coisa muito boa que não sabias de certeza é que é costume os padrinhos oferecerem um bolo, o Santoro, aos seus afilhados no Dia de Todos os Santos! Já viste o que tens andado a perder?
  • Antigamente todas as pessoas iam pedir o “Pão por Deus” porque havia muita pobreza e havia mesmo necessidade de pedir.
  • Normalmente as pessoas punham as mesas com o que tinham em casa (comida e bebida) e, quando chegavam os pobres, entravam e comiam à vontade e à saída ainda lhes davam mais alguma coisa.
  • Hoje já só pedem as crianças para não se perder a tradição. E mesmo assim, só nas terras mais pequenas.
    Sabias que aí é costume neste dia as pessoas confeccionarem broas para comerem e darem?
  • Fonte: http://www.junior.te.pt/servlets/Bairro?P=Sabias&ID=312

Primeiro dia do mês de novembro, Dia de Todos os Santos, bandos de miúdos iam manhã cedo pelas  freguesias e lugares à volta de Santarém, de porta em porta, pedindo o Pão por Deus. Por esses lados se ouviam quadras que afirmavam a tradição: “Lá vai o meu coração, todo cheio de carinho, vai pedir o pão-por-Deus, de quem encontrar no caminho”. O ciclo festivo do ano é religioso e mágico, apazigua a dureza que o homem enfrenta no trabalho, no social e na família. Para este ritual há várias teorias. Uns atestam que o Pão por Deus não terá raiz cristã, chegou-nos através do culto dos mortos, quando se lhes ofereciam alimentos, colocando-os junto aos túmulos. Já outros assentam que a tradição oral o explica pela necessidade que os pobres tiveram de arranjar sustento após o terramoto de novembro de 1755, precisamente o Dia de Todos os Santos. Fugidos de Lisboa, apavorados, arrastando-se esfaimados pelos arredores da capital, rogavam por comida aos portões das quintas das redondezas: “Pão por Deus”, imploravam, invocando o divino para assim tentarem melhor proveito. Retomando à tradição local, alguma garotada ainda calcorreia ruas e ruelas, levam na mão os sacos de pano bordados a preceito, truz-truz batem às portas, e entoam: “Pão por Deus, pão por Deus, saco cheio, vamos lá com Deus”. E as dádivas não demoram, assomando os donos da casa oferecem de bom grado romãs, castanhas, nozes e broas, outro tanto de rebuçados, bolachas e, por vezes, até dinheiro. Esta prática da tradição das oferendas também é interpretada como sendo para pagar a quem ajudou às colheitas nas comunidades agrárias. No fundo, esbatidas pelo tempo, estas promessas coletivamente propostas e aceites, são compromissos com a divindade, seladas pelo sagrado em que se envolvem. Ainda hoje, nas freguesia rurais do concelho, se bem que a abertura do vinho novo se faça só no São Martinho, é hábito abrir-se o pipo de água-pé no dia de Todos os Santos. Com graduação à volta dos dez graus, daí não se chamar vinho, prova-se a novidade que acompanha com castanhas assadas e passas de figo.

Arnaldo Vasques

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s