AE D. Maria II leva alunos de Espanhol a Vigo para celebrar as tradições do Dia de Reis

 

No dia 5 de janeiro, aproximadamente duas centenas de alunos do 3.º ciclo do AE D. Maria II rumaram a Espanha.
 Logo à chegada visitaram o “Museo do Mar de Galicia”, onde se pode encontrar uma das mais completas exposições relacionadas com o mundo do mar, com a história da atividade pesqueira e os processos desta indústria (desde a extração e conservação até à comercialização), passando pelos avanços técnicos das embarcação e pela exploração da biologia marinha. Tiveram também a oportunidade de visitar o Farol e o Aquário que reproduz os principais ecossistemas marinhos (das rias galegas e das ilhas Cíes, consideradas um paraíso natural) e a sua biodiversidade, o que pretende sensibilizar os jovens estudantes para a importância da preservação da natureza, enquanto cidadãos civicamente responsáveis. Nesta visita os tubarões despertaram especial curiosidade, assim como o esqueleto de 10 metros de um cachalote, a reprodução do Pergaminho Vindel (do séc. XIII) ou ainda a sala “ludomar” onde se apresentavam jogos e brinquedos relacionados com o mar.
 Durante a tarde os alunos realizaram um Peddy Paper designado “Una Aventura en Vigo” que envolveu a exploração da fortaleza e o parque do Castro, um jardim urbano situado no coração da cidade, onde se encontra um povoado provavelmente celta. Estimulando o interesse pela arqueologia, na encosta da montanha visitaram um complexo castrejo, onde se reproduziram edificações que ilustram a ocupação romana nos séc. III a I a.C. Percorreram uma sucessão de miradouros com elementos decorativos/históricos como, por exemplo, o monumento das âncoras e canhões que comemora a batalha naval de Rande (1702) na qual galeões carregados de ouro e prata trazidos da América sofreram nas rias de Vigo um ataque anglo-holandês e se afundaram nas profundidades da ria, surgindo assim a lenda que continua a atrair caçadores de tesouros. Entre muitas outras atrações, no parque há também um monumento dedicado a Martín Códax, o trovador medieval que imortalizou as ondas do mar Vigo na lírica galaico-portuguesa.
 Descendo a cidade, visitaram de seguida o “Museo de Arte Contemporánea de Vigo" (MARCO) onde participaram numa exploração interativa da exposição “La timidez de la copa de los árboles”, que retrata um fenómeno botânico mediante o qual cada árvore define o limite do seu crescimento, facilitando a coexistência com outras árvores e com a área florestal envolvente. Esta exploração propiciou um brainstorming reflexivo aos alunos, que em diversos cenários devem aprender a conviver em harmonia com os outros, na sua alteridade e diferença, criando sinergias capazes de encontrar possibilidades de resposta à complexidade da vida contemporânea.
 A noite aproximava-se e a “Cabalgata de Reyes” enchia as ruas de música, luz e cor. No desfile, subordinado este ano à temática dos contos da literatura infantil, foram repartidas quatro toneladas de caramelos. Os olhares curiosos iluminavam-se à passagem dos carros alegóricos que, lentamente, percorriam as ruas e o imaginário de milhares de pessoas que presenciavam esta incursão por este mundo de ilusão e fantasia.
 O Grupo de Espanhol deixa um especial agradecimento à direção da escola e a todos os professores envolvidos nesta aventura que permitiu desfrutar da essência da cidade de Vigo e fazer deste um dia de inverno inesquecível.

Anúncios

AE D. MARIA II promoveu exposição de reproduções de obras do Museu Nacional do Prado

O Agrupamento de Escolas D. Maria II teve patente a exposição de reproduções de obras do Museu Nacional do Prado, o maior e mais importante museu da Espanha, que abriga um acervo com mais de 17 mil obras de arte, entre pinturas, esculturas, desenhos, arte decorativa e documentos históricos.

A exposição, gentilmente cedida pela Consejería de Educación de la Embajada de España, encontrou-se gratuitamente aberta a toda a comunidade educativa, de 23 a 30 de novembro, nas bibliotecas das Escolas de Vale do Este e D. Maria II.

Os visitantes tiveram a oportunidade de apreciar diversas reproduções de obras imortais de pintores emblemáticos como: Diego Velázquez, Francisco de Goya, Sandro Botticelli, El Greco, Tiziano, Peter Paul Rubens, Bartolomé Esteban Murillo, José de Madrazo y Agudo, Eduardo Rosales, Joaquín Sorolla, Albrecht Dürer e Fra Angelico.

Esta iniciativa resultou de uma parceria estabelecida entre o grupo de Espanhol, contando com a colaboração do Departamento de Línguas, com as bibliotecas escolares, onde os alunos puderam tranquilamente apreciar as obras expostas e assistir a vídeos de curta duração alusivos ao museu, aos pintores e às obras de arte.

Mais informação disponível em: http://es.calameo.com/read/000656028929b54e77212

http://www.famalicaoeducativo.pt/_obras_do_museu_do_prado_na_escola_de_vale_do_este