Recomeça…
Se puderes,
Sem angústia e sem pressa.
E os passos que deres,
Nesse caminho duro
Do futuro,
Dá-os em liberdade.
Enquanto não alcances
Não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.

E, nunca saciado,
Vai colhendo
Ilusões sucessivas no pomar
E vendo
Acordado,
O logro da aventura.
És homem, não te esqueças!
Só é tua a loucura
Onde, com lucidez, te reconheças.

Miguel Torga, Diário XIII

 

Anúncios

Bom Carnaval COM Leituras divertidas! ;)

“A vida é uma tremenda bebedeira.
Eu nunca tiro dela outra impressão.
Passo nas ruas, tenho a sensação
De um carnaval cheio de cor e poeira…

A cada hora tenho a dolorosa
Sensação, agradável todavia,
De ir aos encontrões atrás da alegria
Duma plebe farsante e copiosa…

Cada momento é um carnaval imenso,
Em que ando misturado sem querer.
Se penso nisso maça-me viver
E eu, que amo a intensidade, acho isto intenso

De mais… Balbúrdia que entra pela cabeça
Dentro a quem quer parar um só momento
Em ver onde é que tem o pensamento
Antes que o ser e a lucidez lhe esqueça…

Automóveis, veículos,
As ruas cheias,
Fitas de cinema correndo sempre
E nunca tendo um sentido preciso.

Julgo-me bêbado, sinto-me confuso,
Cambaleio nas minhas sensações,
Sinto uma súbita falta de corrimões
No pleno dia da cidade…

Uma pândega esta existência toda…
Que embrulhada se mete por mim dentro
E sempre em mim desloca o crente centro
Do meu psiquismo, que anda sempre à roda…

E contudo eu estou como ninguém
De amoroso acordo com isto tudo…
Não encontro em mim, quando me estudo,
Diferença entre mim e isto que tem

Esta balbúrdia de carnaval tolo,
Esta mistura de europeu e zulu
Este batuque tremendo e chulo
E elegantemente em desconsolo…”

ÁLVARO DE CAMPOS

Cia das Letras. 2002.

Pg. 69.

 

Para que NUNCA nos esqueçamos!

“It would be a dangerous error to think of the Holocaust as simply the result of the insanity of a group of criminal Nazis. On the contrary, the Holocaust was the culmination of millennia of hatred, scapegoating and discrimination targeting the Jews, what we now call anti-Semitism”.

UN Secretary-General António Guterres

Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto

O Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto celebra-se anualmente a 27 janeiro.

Este é um dia de lembrança em nome dos milhões de vítimas provocadas pelo genocídio da Alemanha nazi sobre os judeus, ciganos, homossexuais, entre outros, ocorrido durante a II Guerra Mundial. Nele decorrem cerimónias de homenagem a pessoas falecidas no Holocausto e o Secretário Geral da ONU transmite uma mensagem especial, entre outras iniciativas.

A data de 27 de janeiro foi escolhida para a celebração deste dia por possuir um significado especial: foi a 27 de janeiro de 1945 que teve lugar a libertação do principal campo de concentração nazi (Auschwitz) pelas tropas da União Soviética.

O dia mundial da memória do Holocausto foi criado por ação da Assembleia Geral das Nações Unidas, pela Resolução 60/7, de 1 de dezembro de 2005.

 


 Livros 

  • Diário de Anne Frank – Anne FRANK
  • O Rapaz do pijama às riscas John BOYNE
  • A ilha na rua dos pássaros Uri ORLEV
  • O diário de Rutka – Rutka LASKIER
  • A Rapariga que Roubava Livros – Markus ZUSAK
  • O mundo em que vivi – Ilse LOSA
  • Se Isto é um Homem – Primo LEVI
  • Corre, rapaz, corre Uri ORLEV
  • Lídia, a rainha da palestina – Uri ORLEV
  • Clara a menina que sobreviveu ao Holocausto – Clara KRAMER
  • Noite – Ellie WIESEL
  • Sou o último judeu – Chil RAJCHMAN
  • O Consul Honorário –Sónia Louro
  • O leitor – Bernard Schlink

Filmes

  • O pianista
  • O leitor
  • O rapaz do pijama às riscas
  • O diário de Anne Franck
  • A vida é bela
  • A lista de Schindler

          


Para mais informações:

Mensagem do Secretário-Geral da ONU (Video): http://vimeo.com/85053314

Sobre o Dia Internacional: http://www.un.org/en/holocaustremembrance/

Sobre o Genocídio:http://unric.org/html/english/library/backgrounders/genocide_eng.pdf

Sobre Racismo:http://unric.org/html/english/library/backgrounders/racism_eng.pdf

Sobre o Programa do Holocausto e Divulgação: http://www.un.org/en/holocaustremembrance/bg.shtml

Visita de Ban Ki-moon a Auschwitz:http://unric.org/en/latest-un-buzz/28854-haunting-silence-at-former-nazi-death-camp